Fale conosco

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Projeto “Caravana da Instalação Solidária” tem início em Ribeirão Preto (SP)

October 24, 2017

A parceria entre Instituto Terroá, Seja Digital e Galeno Amorim forma instaladores para apoiar a digitalização de famílias mais vulneráveis

 

Uma parceria entre o Instituto Terroá, a associação Seja Digital e o jornalista e educador Galeno Amorim proporcionou a realização de dois cursos de formação em parceria com associações comunitárias de Ribeirão Preto (SP): um em instalação de antenas digitais e outro em segurança para trabalhos em altura. O objetivo foi preparar profissionais que possam contribuir com a instalação de conversores de TV para o sinal digital, com foco em beneficiários de programas sociais, idosos, pessoas em vulnerabilidade social e pessoas com deficiência, para que estes não fiquem sem acesso à programação da TV após o desligamento do sinal analógico. 

 

A Seja Digital é uma associação sem fins lucrativos e não governamental que tem como objetivo preparar a população para o desligamento do sinal analógico e, para isso, possui o compromisso de realizar uma extensa campanha de comunicação na mídia (TV, rádio, outdoor, ônibus, metrôs, entre outras), tendo como principal público idosos, pessoas em vulnerabilidade social e pessoas com deficiência.   

 

Além de informar a população corretamente, apoiar o agendamento para a retirada de seus kits gratuitos de conversão e distribuí-los, a Seja Digital tem uma preocupação com a instalação dos conversores e antenas distribuídos, já que o processo de conversão ao sinal digital só é concluído com 93% das casas efetivamente preparadas para a sua recepção. A preocupação acentua-se com a baixa mobilidade, as condições de saúde debilitadas e a idade avançada de alguns dos beneficiários dos kits.

 

Assim, a Seja Digital tem atuado em parceria com o Instituto Terroá para formar instaladores de antenas e conversores digitais, beneficiando-se da experiência do Instituto com a realização de projetos educacionais, de incubação de empreendimentos solidários e de gestão de projetos sociais. Junto a Galeno Amorim, coordenador do projeto, e a associações de bairros periféricos da cidade, o Terroá conduziu o processo de seleção de pessoas desempregadas que tivessem interesse em capacitarem-se na área elétrica, de instalação e de telecomunicações. Aos selecionados, foram oferecidos gratuitamente os cursos de Formação em Instalação de Antenas Digitais e de Segurança para Trabalhos em Altura (NR 35), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

 

Os 14 profissionais selecionados iniciaram o período de oficinas práticas de campo no dia 18 de outubro, após o período de formação no início do mês. Até 17 de novembro eles executarão instalações diariamente, acompanhados de perto por seu coordenador técnico e antenista profissional, Lucas Brusque, e por seu supervisor de campo, Figueiredo. O trabalho faz parte da formação como instaladores e ainda prevê a contratação de outros antenistas para a execução de instalações de forma autônoma e a prestação de serviços de orientação à população por duas promotoras da Seja Digital.

 

Encerradas as oficinas, os técnicos passarão por um segundo módulo de formação, sobre a temática do Empreendedorismo Solidário. O curso de 8 horas/aula abordará a gestão de empreendimentos (marketing, vendas, operacional e financeira) com a adaptação sociotécnica necessária aos valores da economia solidária – cooperação, sustentabilidade, autogestão e democracia, entre outros.

 

Como resultado, espera-se que o projeto não apenas apoie a instalação dos kits (antenas e conversores) das famílias que terão maior dificuldade em se adaptar para o sinal digital, mas também possa capacitar profissionais que se encontravam fora do mercado de trabalho a atuarem como instaladores, a desenvolverem-se e a ajudarem as suas comunidades. Por isso é que o Terroá e seus parceiros engajam-se e propõem-se a efetivar esse projeto, que levará inclusão digital às famílias mais vulneráveis e inclusão no mercado de trabalho aos instaladores formados, uma missão que está totalmente de acordo com a linha de atuação em economia solidária desenvolvida pelo Instituto.

 

Please reload