Capacitação na metodologia Value Links é oferecida à equipe do Terroá


Nos dias 24 e 25 de janeiro, a equipe do Instituto Terroá participou de um curso intensivo de capacitação na metodologia Value Links, desenvolvida por especialistas da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ). Facilitado pelos consultores técnicos Fragoso Júnior e Gustavo Assis, o treinamento ocorreu na sede do Instituto, em Piracicaba, e teve como objetivo capacitar a equipe do Terroá a empregar a metodologia em conjunto com as demais ferramentas já utilizadas no mapeamento de cadeias de valor da sociobiodiversidade.

A atuação do Instituto Terroá junto a cadeias da sociobiodiversidade vem ocorrendo, principalmente, através dos projetos de desenvolvimento territorial na região amazônica. Neles, o Terroá trabalha em conjunto suas três frentes principais — economia transformadora, educação e processos participativos e políticas públicas — com o objetivo de garantir o desenvolvimento sustentável, a inclusão social dos povos locais e a conservação da floresta em pé.

Nesse sentido, o curso de capacitação na metodologia Value Links integra-se a um conjunto de ferramentas utilizadas pela equipe de campo no trabalho de mapeamento de cadeias de valor da sociobiodiversidade na Amazônia. Dentre elas, destacam-se os mecanismos de diferenciação e rastreabilidade, processos de incubação de empreendimentos solidários e a Escala de Maturidade para Cadeias da Sociobiodiversidade — esta última desenvolvida pelo próprio Instituto como ferramentas para avaliar e propor planos de ação para empreendimentos em cadeias de valor.

Para o consultor técnico e facilitador do curso Gustavo Assis, “considerando as ferramentas desenvolvidas e a atuação do Terroá nos territórios, a metodologia Value Links caiu como uma luva, pois ela permite identificar cadeias, limitações e oportunidades existentes no território. Além disso, a Value Links pode contribuir para o fortalecimento e o empoderamento da estrutura de governança envolvendo os povos e comunidades tradicionais ao tornar clara a atuação de cada ator envolvido na cadeia, a agregação de valor em cada função ou elo da cadeia e a forma como os benefícios estão sendo repartidos”.

Thaís Travain, gestora do Instituto Terroá, ressalta igualmente a importância da formação para o trabalho de campo: “Conhecer a Value Links foi importante para os nossos facilitadores, pois o Instituto Terroá preza pelo olhar sistêmico em todos os projetos e territórios onde atua. Utilizar uma metodologia reconhecida, que permita construir a cadeia produtiva com os diversos atores que a compõem, visualizar o papel de cada um, registrar suas oportunidades e seus limitadores e traçar um plano de cooperação em prol de sua valorização é realmente enriquecedor para o trabalho em campo.”

O treinamento na metodologia Value Links soma-se a iniciativas como os Encontros de Desenvolvimento e demais momentos formativos realizados com a equipe para o trabalho com cadeias de valor da sociobiodiversidade, que desempenham um papel fundamental no aperfeiçoamento do grupo e na capacitação em prol do desenvolvimento sustentável dos territórios em que atuamos.

#EconomiaTransformadora #EscaladeMaturidade #EncontrosdeDesenvolvimento #EconomiaSolidária