Instituto Terroá realiza caracterização socioeconômica em 6 territórios no país

Para o Instituto Terroá, o primeiro passo para promover o desenvolvimento de um território, é conhecê-lo através de diagnósticos e caracterizações, os quais possibilitam entender as necessidades e oportunidades que emergem ali, respeitando a legitimidade da comunidade e dos atores locais.


Em 2019, através de parceria com o Instituto Votorantim, a equipe do Terroá desenvolveu a caracterização territorial de 6 territórios em que se encontram unidades da Votorantim Cimentos, sendo eles: Ananindeua - PA, Corumbá - MS, Esteio - RS, Itapeva - SP, São Luís - MA e Sobral - CE, com enfoque especial nas áreas de entorno das instalações.


Visita à Casa do Hip Hop de Esteio - RS

O trabalho teve como objetivo principal identificar os desafios e as oportunidades socioeconômicas desses territórios.

Para isso, foi realizado um levantamento com base em indicadores secundários, provenientes de órgãos oficiais, das dimensões de demografia, finanças públicas, economia, educação, saúde, violência e assistência social, os quais direcionaram a estratégia de levantamento dos desafios e oportunidades a serem verificados em campo de forma mais detalhada nos territórios.


Após esta fase, iniciou-se a coleta de dados primários através de mapeamento, entrevistas com atores sociais e visitas às principais comunidades. O envolvimento dos funcionários da Votorantim Cimentos no trabalho, por meio de uma abordagem participativa, foi fundamental para incentivar o empoderamento dos negócios locais frente à realidade social do território onde estão inseridos, propiciando um encontro entre as necessidades e oportunidades da estratégia corporativa local, com as necessidades e oportunidades da população no território.

Visita à organização social Sementes do Amanhã, em Ananindeua - PA

Para a realização do projeto, o Terroá contou com uma equipe multidisciplinar composta por sociólogos, biólogo, economistas, educadores e administradores públicos, que trouxeram abordagens diferentes e complementares para as análises, resultando em um trabalho mais completo e enriquecendo a entrega final.


Além disso, as informações coletadas foram analisadas com criticidade, buscando profundidade na análise dos desafios encontrados, para que as agendas sociais propostas pudessem agir nas causas-raiz e potencializar o impacto das ações que serão investidas dentro dos próximos anos.


O produto principal deste trabalho foi a confecção de um relatório completo, por território, contendo análises a partir dos indicadores oficiais do município, entrevistas de campo, mapeamento dos atores sociais principais, contexto do negócio local e o histórico de relacionamento entre a unidade e a comunidade. Por fim, o relatório descreve as agendas sociais priorizadas pela empresa, em consonância com sua estratégia de investimento social privado.

Além disso, também foi entregue um “one page” para cada território, sintetizando as principais informações levantadas, os desafios, as oportunidades e as agendas de investimento social priorizadas no território.


No decorrer do projeto, foram realizadas entrevistas com:

· 66 Instituições

· 143 Pessoas


Foram 12 visitas de campo nos 6 territórios, que incluíram uma primeira rodada para levantamento de informações e entrevistas com principais atores sociais e com os colaboradores da empresa, e uma segunda rodada de campos para validações de informações e devolutivas para as unidades e comunidade local, que terminaram com uma facilitação da definição das principais agendas que nortearão o planejamento do investimento social privado da companhia nas localidades pelos próximos anos.


Segundo Daniel Bellissimo, diretor institucional e coordenador do projeto pelo Instituto Terroá, o projeto "foi um case de sucesso muito importante a ser celebrado. Afinal, o Instituto Votorantim e a Votorantim Cimentos, que já são referências nas áreas de responsabilidade socioambiental corporativa e investimento social privado, puderam contar com a equipe multidisciplinar e ferramentas inovadoras do Terroá para a caracterização multidimensional de territórios, conjugando uma escuta ativa à comunidade e atores locais, uma abordagem baseada em evidências, à uma estratégia corporativa de desenvolvimento."